BACK

Albuquerque, R., Dreyer, G., Freire, E., Gonçalves, F., Medeiros, Z. & Coutinho. A.

ESTUDO PARASITOLÓGICO DE FEZES EM RECRUTAS DAS ORGANIZAÇÕES MILITARES DO GRANDE RECIFE - BRASIL.

Revista de Medicina Militar , 43(11): 620-626, julho-dezembro, 1992.

RESUMO

Este trabalho consistiu em um estudo de exames parasitológicos de fezes realizado em 1.081 soldados (recrutas) pertencentes a diversas Organizações Militares localizadas nos municípios de Recife, Olinda, Jaboatão e Araçoiaba, que fazem parte da Região Metropolitana do Grande Recife, durante o ano de 1991. Os exames foram realizados utilizando-se o método de Hoffmann, sendo analisada uma amostra de fezes de cada um dos 1.081 militares. Foram encontrados 643 positivos, 49,0% (315/643) apresentaram unicamente helmintos, 28,0% (180/643) protozoários e 23% (148/643) ambos os grupos de parasitas. A percentagem de positividade foi a seguinte, entre os helmintos: Ascaris lumbricoides – 57,9% (268/463), Trichuris trichiura – 31,3% (145/463), Ancilostomideos – 26,5% (123/463), Shistosoma mansoni – 13,8% (64/463), Strongyloides stercoralis – 9,0% (42/463), Hymenolepis nana – 2,8% (13/463) e Taenia ssp – 0,6% (03/463); e entre os protozoários: Entamoeba coli – 66,4% (218/328), Endolimax nana – 26,8% (88/328), Giardia intestinalis – 15,5% (51/328) e 0,6% (02/328) para Entamoeba histolytica. Os autores discutem ainda os achados e sua importância, fazendo uma breve revisão de literatura a nível nacional.