BACK

Rodrigues, R., Moura, H., Dreyer, G. & Rey, L.

DIROFILARÍASE HUMANA PULMONAR: REVISÃO

Revista do Instituto de Medicina tropical de São Paulo, 37(6):523-530, 1995.

RESUMO

Os autores realizam minuciosa revisão sobre a distribuição geográfica, a clinica, a patológica e o diagnóstico da dirofilariase pulmonar humana. Esta zoonose, que tem como principal agente etiológico a Dirofilaria immitis, é um problema médico porque produz um quadro clinico, embora benigno, que se confunde com neoplasia e, assim interpretado, pode conduzir o paciente à cirurgia do tórax. Dos 229 casos citados na literatura, apenas 17 foram descritos no Brasil, apesar da existência de condições muito favoráveis à transmissão da infecção para o homem, admitindo-se portanto, que é uma parasitose subdiagnosticada. Finalmente, a importância do diagnóstico diferencial entre dirofilariase e neoplasias pulmonares nos casos de presença de nódulo solitário subpleural (“coin lesion”) é destacada, além do que o desenvolvimento e aprimoramento de técnicas modernas de diagnóstico imunológico são essenciais para distinguir esta doença benigna de outras patologias mais serias e evitar cirurgias desnecessárias.